INFORME ENCALHADAS - Teatro SP

 

Edital Formação e Qualificação Artístico-cultural

Edital Formação e Qualificação Artístico-cultural      
Fonte: FUNCEB - Fundação Cultural do Estado da Bahia  BC 
 
ImageO Estado da Bahia, através da Secretaria de Cultura - SECULT/Fundo de Cultura da Bahia, da Fundação Cultural do Estado da Bahia – FUNCEB, da Fundação Pedro Calmon, do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia e do Instituto de Radiodifusao Educativa da Bahia, com objetivo de incentivar o aperfeiçoamento de artistas, técnicos e demais interessados na formação e qualificação artística, torna público que no período de 26 de novembro de 2008 a 23 de janeiro de 2009 estarão abertas as inscrições para a seleção e concessão de apoio a projetos de formação artístico-cultural e qualificação técnica nas áreas de artes visuais, audiovisual, dança, música, teatro, circo, patrimônio, livro e leitura, nos termos do presente Edital e seus Anexos e com observância das disposições das Leis Estaduais 9.433/05, 9.431/05 e 9.846/05 e dos Decretos Estaduais 9.266/04, 9.683/05 e 10.992/08.

Seleção e a concessão de apoio a, pelo menos, 30 (trinta) projetos de formação artístico-cultural nas áreas de artes visuais, audiovisual, dança, música, teatro, circo, patrimônio, livro e leitura, ou qualificação técnica em cenografia, cenotecnia, figurino, iluminação, maquiagem, sonoplastia, maquinista, assistente de câmera, restauro, entre outras, nas categorias a seguir:

CATEGORIA 1: pelo menos 10 (dez) com duração mínima de 20h (vinte horas), no valor de até R$ 10.000.00 (dez mil reais) cada;
CATEGORIA 2: pelo menos 10 (dez) projetos com duração mínima de 60h (sessenta horas), no valor de até R$ 25.000.00 (vinte e cinco mil reais) cada;
CATEGORIA 3: pelo menos 10 (dez) projetos com duração mínima de 120h (cento e vinte horas), no valor de até R$ 50.000.00 (cinqüenta mil reais) cada.

O valor total do apoio financeiro aos projetos selecionados será de até R$ 850.000,00 (oitocentos e cinqüenta mil reais), mediante recursos provenientes do Fundo de Cultura da Bahia. Serão contemplados, no máximo, 10 (dez) projetos de proponentes de um mesmo Território de Identidade, definido de acordo com a Lei Estadual 10.705/07, salvo inexistência de projetos aptos ao recebimento do apoio.

Poderão ser proponentes Pessoas Jurídicas de direito privado, do campo artístico-cultural, ou Pessoas Físicas, maiores de 18 (dezoito) anos, estabelecidas ou domiciliadas no Estado da Bahia há pelo menos 03 (três) anos.

As inscrições serão realizadas no período de 26 de novembro de 2008 a 23 de janeiro de 2009.

Prêmio Cruz e Sousa 2008-2009

Prêmio Cruz e Sousa 2008-2009      
Fonte: Fundação Catarinense de Cultura (FCC) e BC   
 
ImageAs inscrições para o Prêmio Cruz e Sousa 2008 - 2009 estão abertas desde 21 de outubro de 2008 e podem ser realizadas até o dia 5 de março de 2009. Promovido pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC), esta edição do prêmio vai contemplar romances inéditos, escritos em língua portuguesa por brasileiros, em duas categorias de premiação: Nacional e Catarinense.
 
Os candidatos nascidos em Santa Catarina, bem como os residentes no Estado há no mínimo três anos, concorrerão automaticamente nas duas áreas, nacional e catarinense, desde que escrevam em cada uma das cópias, ao lado do título e do pseudônimo, a palavra "catarinense". Também é possível inscrever mais de uma obra, bastando entregá-las separadamente, com inscrições exclusivas. Todos os romances devem ser rigorosamente inéditos.
 
O Prêmio vai financiar seis concorrentes nas duas categorias. Na Nacional, serão destinados R$ 50 mil ao primeiro lugar, R$ 20 mil para o segundo e R$ 10 mil ao terceiro. Na categoria Catarinense, os mesmos valores: RS 50 mil para o primeiro lugar, R$ 20 mil ao segundo e R$ 10 mil para o terceiro. Além do montante em dinheiro, cada autor premiado terá sua obra publicada pela FCC, à qual cederá os direitos autorais da primeira edição.
 
Os resultados do concurso serão divulgados em cerimônia pública no mês de junho de 2009, em dia ainda não definido, com a presença da Comissão Julgadora e dos meios de comunicação. A entrega dos prêmios ocorrerá no mês de outubro de 2009, em Florianópolis.
 
Mais informações: cruzesousa@fcc.sc.gov.br
 
Para acessar o  Edital com a ficha de inscrição, clique aqui.

Seleção Pública de artistas para os Projetos "Território Ocupado" e "3D"

Seleção Pública de artistas para os Projetos "Território Ocupado" e "3D"      
Fonte: FCMS - Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul  BC 
 
ImageEstão abertas até 28/01/2009 as inscrições para escolha de artistas das áreas de artes visuais, individual ou coletivamente, nas categorias de pintura, desenho, gravura, escultura, objeto, colagem e instalação, arte digital, vídeo-arte, web-arte, body-art, performance e linguagem periférica, interessados na exibição de seus trabalhos nos Projetos "Território Ocupado" e "3D" da Grande Galeria do Memorial de Cultura 2009.

A Participação neste Edital não esta condicionada a uma linha ou tema específico, apenas respeitará os princípios que conceituam cada projeto da exposição.

a) - Projeto "TERRITÓRIO OCUPADO": - destinado a artistas que ao longo do tempo legitimaram suas práticas na pintura, desenho, gravura e outras atividades que exploram a 2D (limite: L-2,00 m X H-2,00);

b) - Projeto "3 D" - destinado aos artistas que ao longo do tempo exploram a produção 3D, das mídias em relevo e os volumes aglomerados e/ou dispersos de maneira a atender propostas na área de escultura e instalações.

Poderão se inscrever candidatos residentes em qualquer parte do território nacional sendo que as inscrições deverão ser realizadas pelos pretendentes ou seus procuradores, no período de 04 de Novembro até 28 de Janeiro de 2009, no horário de expediente do Memorial da Cultura e Cidadania/FCMS, no endereço abaixo indicado:

Difusão Cultural/Núcleo de Artes Visuais/FCMS
Memorial da Cultura e Cidadania Apolônio de Carvalho
Rua Fernando Correa da Costa, 559, 4º Andar – Fone: (067) 3316-9170.
CEP: 79002-820
Campo Grande, MS

>> Veja a íntegra do Edital e informações de inscrições
 
Contatos:
Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul
Av. Fernando Corrêa da Costa, 559
Campo Grande/MS
67 3316-9174
Web: http://www.fundacaodecultura.ms.gov.br/index.php

Edital PRÓ-CULTURA Capes/MinC - apoio à pesquisa em cultura

Edital PRÓ-CULTURA Capes/MinC - apoio à pesquisa em cultura PDF Imprimir E-mail
Fonte: Geisa - Observatório dos Editais - Ministério da Cultura   
 
ImageO Edital nº 7/2008 - Capes/MinC - faz parte do Programa Pró-Cultura e irá conceder 48 bolsas de ensino para estudantes de mestrado (stricto sensu) e para pesquisas na área cultural.

O programa é fruto de um trabalho conjunto entre a Secretaria de Políticas Culturais do Ministério da Cultura (SPC/MinC) e a Capes e visa fomentar a pesquisa universitária, bem como o aperfeiçoamento e a formação de pessoal de nível superior em Cultura. O valor das bolsas a serem concedidas é de R$ 1.200,00, cada uma.

As inscrições estão abertas até 31 de março de 2009 e deverão ser feitas por instituições de ensino superior.

A divulgação dos selecionados será realizada a partir de abril de 2009.

As áreas temáticas da Cultura prioritárias para o desenvolvimento das pesquisas são: Cultura, Arte e Novas Tecnologias; Cultura, Manifestações Artísticas e Conhecimentos Tradicionais; Cultura, Memória e Patrimônio; Cultura Populações e Territórios; Cultura, Cidadania e Inclusão Social; Cultura, Estado, Legislação da área de Cultura e Políticas Públicas; Cultura, Economia e Desenvolvimento; e Cultura, Globalização e Diversidade.

A preferência para a seleção dos bolsistas, conforme o edital, será dada a projetos que promovam o diálogo e a interação das pesquisas com os conhecimentos da cultura tradicional do país; promovam a articulação das universidades com empresas; realizem a apresentação de conteúdos em formatos audiovisual e/ou digital; façam a divulgação dos resultados em seminários, oficinas e eventos culturais, entre outros aspectos.

>> Veja o edital e demais informações: Edital PRÓ-CULTURA Capes/MinC

Mais informações:
CAPES - Coordenação de Programas de Indução e Inovação - CII
E-mail: cii@capes.gov.br
Telefone: (61) 2104-8944

Secretaria de Políticas Culturais
E-mail: pablo.martins@cultura.gov.br
Telefone: (61) 3316-2358

Edital Cultura Digital

Edital Cultura Digital      
Fonte: Secult - Secretaria de Cultura da Bahia    e BC
 
ImageO Estado da Bahia, através da Secretaria de Cultura - SECULT/Fundo de Cultura da Bahia e da Fundação Cultural do Estado da Bahia - FUNCEB, com objetivo de incentivar a produção e a difusão de conteúdos culturais através de suportes digitais no Estado da Bahia, torna público que no período de 26 de novembro de 2008 a 22 de janeiro de 2009 estarão abertas as inscrições para a seleção e concessão de apoio a projetos cujo objeto ou suporte envolvam as tecnologias digitais e as novas mídias, nos termos do presente Edital e seus Anexos e com observância das disposições das Leis Estaduais 9.433/05, 9.431/05 e 9.846/05 e dos Decretos Estaduais 9.266/04, 9.683/05 e 10.992/08.

Seleção e a concessão de apoio a, pelo menos, 08 (oito) projetos cujo objeto ou suporte envolvam as tecnologias digitais e as novas mídias (sites, portais, softwares livre, bancos de dados, entre outros), nas categorias a seguir:

   1. CATEGORIA 1: pelo menos 04 (quatro) projetos no valor de até R$ 10.000,00 (dez mil reais) cada;
   2. CATEGORIA 2: pelo menos 02 (dois) projetos no valor de até R$ 30.000,00 (trinta mil reais) cada;
   3. CATEGORIA 3: pelo menos 02 (dois) projetos no valor de até R$ 50.000,00 (cinqüenta mil reais) cada.

O valor total do apoio financeiro aos projetos selecionados será de até R$ 200.000,00 (duzentos mil reais), mediante recursos provenientes do Fundo de Cultura da Bahia.

Poderão ser proponentes Pessoas Jurídicas de direito privado, do campo artístico-cultural, ou Pessoas Físicas, maiores de 18 (dezoito) anos, estabelecidas ou domiciliadas no Estado da Bahia há pelo menos 03 (três) anos. O apoio financeiro para projetos inscritos por Pessoas Físicas será de até R$ 62.250,00 (sessenta e dois mil e duzentos e cinqüenta reais).

As inscrições serão realizadas no período de 26 de novembro de 2008 a 22 de janeiro de 2009.

I Edital Talentos do Ceará

I Edital Talentos do Ceará      
Fonte: Bianca Felippsen - Coordenadoria de Comunicação - SECULT   
A Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) está com inscrições abertas para o I Edital Talentos do Ceará, que amplia o raio de ações do antigo projeto Talentos da Cultura, premiado, na última terça-feira (18), em 3° lugar na categoria Gestão Pública  do Prêmio Cultura Viva, realizado pelo Ministério da Cultura (MinC).

Com o reconhecimento nacional, a atual gestão da Secult passa a atender 30 municípios do interior, 23 bairros da capital cearense e sete cidades da Região Metropolitana de Fortaleza com o I Edital Talentos do Ceará, cujo novo nome destaca a regionalidade da ação cultural. Ao todo, serão R$ 2.224.800,00 em investimentos de capacitação, formação e geração de renda na área cultural.

Com recursos do Fundo Estadual de Combate à Pobreza (Fecop), o Talentos do Ceará baseia-se na geração de renda para a área cultural, com ênfase na cidadania. Assim, são selecionados em 60 localidades 576 bolsistas – divididos nas categorias Agente Regional, Bolsa Artista, Agente Cultural e Bolsa Memória – que possuem destacada atuação na comunidade. As bolsas destinam-se a artistas e educadores sociais com renda inferior a meio salário mínimo.

O Talentos do Ceará atenderá famílias de localidades que apresentam os menores índices de Desenvolvimento Municipal (IDM) e de Desenvolvimento Humano Municipal por Bairro (IDHM-B), pré-requisito para participar do projeto. Criado em 2004, o Talentos da Cultura destinou em três anos um total de 1.120 bolsas de transferência de renda que variaram entre R$ 70,00 e R$ 240,00, atendendo 600 famílias.
 
Além das bolsas de Agentes Culturais (destinadas a 120 jovens e adultos com perfil empreendedor e de liderança comunitária), da Bolsa Artista (para 300 jovens e adultos com vocações artístico-culturais, que apresentem potencial para gerar produtos e serviços culturais viáveis para sua região e mercado cultural do Ceará) e da Bolsa Memória (reservadas a 120 pessoas com idade acima de 60 anos, considerados "guardiões" da memória oral de suas comunidades, para repassarem seus saberes a respeito da cultura e história local para comunidade), que já existiam no projeto anterior, foi criada para o I Edital Talentos do Ceará mais uma modalidade: a Bolsa de Agentes Regionais, que se destina a 36 jovens e adultos com escolaridade de nível médio ou universitário entre 18 a 30 anos, também com perfil de liderança e capazes de atuarem na articulação e no fortalecimento cultural nas macro-regiões em que vivem.

Com o I Edital Talentos do Ceará, os valores das bolsas repassadas aos artistas e arte-educadores foram reajustados, e agora variam entre R$ 170,00 e R$ 500,00, atingindo 576 bolsistas em 60 localidades. Quem recebe a bolsa deve incentivar atividades de produção e circulação de cultura nas comunidades. Escolas, praças, igrejas e centros comunitários transformam-se em espaços onde o projeto atua e estimula ações de desenvolvimento cultural.
 
A lista dos documentos necessários para inscrição estão disponíveis no site da Secult (www.secult.ce.gov.br), no link Editais. Mais informações sobre o I Edital Talentos do Ceará podem ser obtidas pelo telefone (85) 3101-1171 ou através do e-mail editais@secult.ce.gov.br.
Fonte BC

Monumenta relança edital de imóveis privados em São Francisco do Sul

Monumenta relança edital de imóveis privados em São Francisco do Sul      
Fonte: IPHAN   
 
ImageO edital do Programa Monumenta que concede financiamento para restauração de imóveis privados. Os outros 14 municípios contemplados são: Congonhas, Diamantina, Serro, Ouro Preto, Corumbá, Manaus, Natividade, Olinda, Recife, Pelotas, Penedo, Porto Alegre, São Francisco do Sul e São Paulo (cidades tombadas pelo Iphan). E relança o edital em São Francisco do Sul.

Cada um vai divulgar a data de abertura do edital em suas localidades e através do site do programa. Belém (PA) foi a primeira cidade a publicar no dia 26/06.

No projeto de recuperação os seguintes itens poderão ser financiados: recuperação de fachada e telhado, estabilização ou consolidação estrutural, embutimento da fiação elétrica, dentre outros. Também receberão financiamento propostas de adequações interiores quanto à ventilação e instalações sanitárias. Para esta categoria só podem se inscrever proponentes cuja renda familiar mensal seja inferior a três salários mínimos, que podem incluir em seu projeto obras para adequação do imóvel à geração de renda.

A seleção vai beneficiar pessoas físicas e jurídicas que possuam imóveis tombados pelo Iphan situados nas áreas de projeto do Programa Monumenta das cidades citadas. Podem apresentar propostas, aqueles que estejam utilizando o imóvel para fim residencial e/ou comercial nos últimos cinco anos.

As pessoas residentes nas cidades que ainda não lançaram seus editais já podem ter acesso à minuta do edital, formulário de inscrição e todas as informações necessárias para a elaboração de um projeto no site do Programa Monumenta. No entanto as propostas só poderão ser apresentadas quando cada município divulgar seu próprio edital.

Os proponentes podem requisitar o apoio técnico à Unidade Executora de Projetos (UEP) local para a elaboração de suas propostas, que deverão conter os serviços a serem realizados e os respectivos custos. Os endereços das UEPs podem ser encontrados no site do Monumenta.

Data de relançamento de São Francisco do Sul

Data do lançamento: 08/09/2008
Prazo final para entrega das propostas: 08/10/2008
Data de abertura das propostas: 10/10/2008.

Data de lançamento dos editais e abertura das propostas

Belém:
Publicação do edital: 26/6/8.
Abertura das propostas: 28/8/8.

Corumbá:
Publicação do edital: 18/7/2008.
Abertura das propostas: 22/8/2008.

Diamantina:
Publicação do edital: 15/08/2008 (poderá ser antecipada - a confirmar).
Abertura das propostas: 15/09/2008.
Relançamento:
Data do lançamento: 15/09/2008
Prazo final para entrega das propostas: 24/10/2008
Data de abertura das propostas: 24/10/2008.

Laranjeiras:
Publicação do edital: 14/7/2008.
Abertura das propostas: 25/8/2008.

São Cristóvão:
Publicação do edital: 14/7/2008.
Abertura das propostas: 26/8/2008.

Rio de Janeiro:
Publicação do edital: 14/7/2008.
Abertura das propostas: 28/8/2008.

Manaus:
Publicação do edital: 17/7/2008.
Abertura das propostas: 01/09/2008

Pelotas:
Publicação do edital: 20/07/2008.
Abertura das propostas: 22/08/2008
Local: Secretaria Municipal de Cultura
Praça Coronel Pedro Osório - nº 2
Telefones: (53)3225.8355/3227.7967
Os interessados devem levar uma mídia em forma de cd para a retirada do edital

Serro:
Edital publicado em 21/07/2008
entrega das propostas: 29/08/2008
Abertura das propostas será no dia 01/09/2008.

Mais informações:
Assessoria de Comunicação Iphan / Monumenta
Fones: (61) 3326 8014 / (61) 9972 0050
helenabrandi@iphan.gov.br
carine.almeida@iphan.gov.br
ascom@iphan.gov.br
www.monumenta.gov.br
 
fonte
BC

Mostra de Dança Contemporânea - Começa cadastro de p =?iso-8859-1?Q?rojetos_para_2009__ _?=

Mostra de Dança Contemporânea - Começa cadastro de projetos para 2009      
Fonte: Festival de Dança de Joinville   
 
ImageA Mostra de Dança Contemporânea do Festival de Dança de Joinville passou por uma reformulação total e está cheia de novidades em 2009.

As informações já estão disponíveis e companhias profissionais de todo o país podem cadastrar seus projetos (inéditos, ou não).

Paralelamente os curadores da Mostra estão com olhares atentos a tudo o que ocorre no País, prospectando espetáculos com propostas inovadoras. A escolha dos projetos que participarão da Mostra de Dança Contemporânea será realizada em fevereiro de 2009 pelo Conselho Artístico do Festival.
 
Inscrições até 02 de Fevereiro de 2009.

fonte BC

=?iso-8859-1?Q?Cenas_Minas_-_Pr=EAmio_Estado_de_Minas_Gerais_de_Artes__ _?=

Cenas Minas – Prêmio Estado de Minas Gerais de Artes      
O 'Cenas Minas – Prêmio Estado de Minas Gerais de Artes', lançado no último dia 10, chega para possibilitar melhores condições de trabalho aos artistas cênicos, incentivar pesquisas de linguagens, favorecer a troca de informações, além de beneficiar a população das diversas regiões do Estado, contribuir para a formação do público, especialmente de crianças e jovens, e facilitar o acesso ao conhecimento e às produções artísticas de qualidade.

Inscrições
Cada proponente poderá inscrever apenas um projeto, desde que este não tenha sido beneficiado com recursos do Fundo Estadual de Cultura e dos programas Cemig Cultural e Copasa Cultural, nos anos de 2006 e 2007. As inscrições deverão ser feitas no período de 1º a 30 de novembro de 2007, na sede da Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais -Superintendência de Ação Cultural (Palacete Dantas – Praça da Liberdade, 317, Funcionários – BH/MG), ou no Instituto Cultural Sérgio Magnani (Rua Guajajaras, 40, 6º andar, Centro, BH/MG), mediante preenchimento do formulário-padrão e entrega da documentação exigida pelo Edital. Horário: de segunda à sexta-feira, das 10 às 16 horas. Informações: (31) 3269.1086.


Categoria I - Manutenção de espaço de grupos de teatro e dança 
Categoria II - Formação de Público
Categoria III - Equipamentos e materiais para circos
 

Fonte: Secretaria Estadual de Cultura de MG/ BC

Divulgação de Edital

Com o objetivo de incentivar programações, atividades culturais e subsidiá-las, a Associação dos Sambistas e Músicos Independentes - ASESP - está convidando artistas e bandas a fazerem parte da associação.

Poderão participar pessoas físicas, que tenham domicílio ou sede no município e grande São Paulo. Serão aceitos somente trabalhos ou propostas consistentes de caráter cultural a serem desenvolvidos em ações coletivas, através de representatividade associativa. Outros detalhes é que eles deverão estar em português e no segmento " Samba Tradicional, Pagode, Chorinho, nova MPB, Bossa Nova, Regional, Pop Nacional, Ritmo Étnico, entre outros.

Além da ASESP dar ênfase ao destaque e a produção de CD, DVD e a elaboração de eventos, espetáculos, amostras culturais, entre outros, ela tem o intuito de unir a classe musical no segmento independente para gerar ações e projetos de interesse coletivo.  Entre os diferenciais da proposta de filiação estão a aquisição de uma gravadora, espaços culturais, divulgação, co-produção  e lançamento.

Entre as vantagens que o filiado terá destacam-se: direito a uma obra bianual com 12 faixas inéditas ou releitura desde que seja autorizada; participação em eventos especiais, como shows; divulgação; assessoria de imprensa; descontos em serviços e produtos; criação de espaços para desenvolvimento de eventos; montagem de material promocional e assessoria artista - produção de DVD e carreira artística.

Para mais informações asesproducao@uol.com.br

 

 

 

 

 

 

Gestão em Arte

Gestão em Arte

Por Lala Deheinzelin

SENAC LAPA SCIPIÃO
Rua Scipião, 67
Lapa
São Paulo-SP
Cep: 05047-060
Telefone: (11) 3475-2200
Fax: (11) 3475-2237
E-mail: posscipiao@sp.senac.br

Componentes Curriculares

Arte em Contexto: Investiga as relações entre as artes e as instituições em uma perspectiva histórica e social. Mapeia a diversidade de elementos presentes na relação produção-recepção da obra de arte, tanto plástica como performática. Compreende globalmente os propósitos e necessidades que se configuram no processo de exibição e fruição da obra. Analisa os elementos conceituais e materiais necessários à realização de projetos artísticos em espaços institucionais. Amplia a percepção das relações entre as artes e as instituições e reflete sobre os objetivos e interesses, tanto comuns como conflitantes. Identifica deficiências pessoais nos âmbitos conceitual e prático e fornece indicações para saná-las Prepara gestores e produtores institucionais para prever e equacionar os problemas gerados pela realização de projetos artísticos.

Planejamento Estratégico das Instituições Artísticas: Analisa o contexto social em que instituição está inserida. Define oportunidades de formação institucional, a partir dos públicos que pretende atingir. Domina conceitos e ferramentas de análise de oportunidades. Analisa e constrói as etapas do planejamento de ações. Define estratégias para a composição do planejamento estratégico. Redimensiona missão, visão e as necessidades específicas da área e da instituição. Elabora as diretrizes do planejamento estratégico e do plano de gestão de pessoas, recursos materiais e financeiros e que dêem conta das questões relativas à comunicação, ao marketing e à captação e aplicação de recursos e estabelecimento de parcerias.

Artes Visuais e do Espetáculo: Diferenças e Convergências da Produção: Analisa o perfil do produtor, competências e habilidades mediante as necessidades dos projetos artísticos e suas linguagens específicas. Compreende e analisa o planejamento, as diferentes etapas da produção e execução dos projetos e os índices de avaliação decorrentes das especificidades das linguagens artísticas. Desenvolve competências e instrumentos para a otimização de recursos pessoais, a partir da análise e de estudos de caso. Analisa o processo de trabalho nas várias etapas da produção artística. Reflete sobre o significado da prospecção e da prevenção de adversidades nas artes visuais e nas artes do espetáculo. Analisa e seleciona temas correlatos às linguagens artísticas.

Comunicação e Marketing - Desenvolvimento Institucional: Analisa e revê técnicas e estratégias de marketing e captação de recursos que impulsionem as instituições artísticas a um desenvolvimento contínuo e integrado de suas funções e garantam a sua sustentabilidade a longo prazo. Pesquisa e seleciona técnicas de planejamento e execução ? um composto de marketing e comunicação ? que suportem as iniciativas da instituição voltadas para conquistar reconhecimento público, atrair e manter participantes em suas atividades e ampliar receita. Revisa conceitos e estratégias em: Oferta: Serviços e Produtos; Mercado: concorrência, atualidade, contexto social; Divulgação: construção de marcas, imagem institucional e identidade; Vendas: preços e distribuição. Identifica aspectos diferenciados das ações de marketing, aplicados às instituições artísticas, em assessoria de imprensa, eventos, publicidade, merchandising e marketing direto. Apresenta e analisa estudos de caso sobre técnicas atuais de marketing online, utilizadas pelo setor artístico e social: websites interativos, blogs, email marketing, webbanners, microsites.

Metodologia de Pesquisa I: Apresenta os fundamentos teóricos para as diferentes formas de pesquisa e produção acadêmica, proporcionando condições ferramentais para que o aluno elabore o Trabalho de Conclusão de Curso.

Aspectos Legais em Gestão em Arte: Analisa a complexidade de atividades desenvolvidas por uma instituição cultural. Estuda os diferentes aspectos do Direito Brasileiro e do Direito Internacional, presentes na gestão em arte. Constrói uma visão panorâmica das questões legais ligadas à área. Seleciona e utiliza os principais termos técnico-jurídicos da área. Pesquisa e analisa formas de financiamento à cultura e as relações com o Poder Público, como fundos de cultura, incentivos fiscais, convênios e parcerias. Estabelece Relações Jurídicas e de Negócios com patrocinadores, fornecedores e artistas (nacionais e internacionais). Analisa e organiza as questões financeiras e de prestação de contas; riscos envolvidos na gestão da cultura; direito do consumidor e seguros; Direito Autoral e de imagem; divulgação e promoções. Inclui nos projetos e planos de ação os direitos e os deveres legais disponíveis sobre as ações artísticas.

Eficiência na Gestão de Recursos em Instituições Artísticas: Pesquisa, analisa e seleciona os instrumentos e as ferramentas aplicados nos processos administrativos e operacionais das atividades do gestor em artes. Analisa o desempenho e a eficiência dos recursos humanos. Simula e pratica a negociação e administração de conflitos. Planeja e administra recursos econômicos e financeiros, visando à auto-sustentabilidade das atividades. Elabora planejamentos e define e acompanha os processos e os indicadores econômicos. Analisa a rede de captura de oportunidades.

Recursos Técnicos e de Planejamento - Programação e produção: Analisa modelos de instituições culturais públicas e privadas, a partir de suas programações e as etapas de sua execução. Estuda e compreende o perfil de programação, a partir do eixo norteador interno e externo das atividades. Observa e analisa a arquitetura da instituição pelo eixo interno: os espaços reservados para cada linguagem, a logística empregada para cada uma delas e as adaptações e necessidades técnicas para a realização das atividades. Observa e analisa, pelo eixo externo, as etapas da produção de turnês e itinerâncias e as especificidades da engenharia, recursos humanos e financeiros para execução dessas atividades. Compreende a vocação dos aparelhos culturais, por sua arquitetura, escolha de programação, espaços internos e externos, parcerias e linguagens. Avalia, de acordo com cada aparelho e sua programação, as etapas de desenvolvimento do projeto, especificidades logísticas, erros e acertos no planejamento e execução de projetos desafiadores. Analisa as questões decorrentes de suas opções logísticas e artísticas e monta a engenharia de uma turnê e uma itinerância.

Formação de Público - Desenvolvimento Institucional: Examina as diferentes formas de reconhecimento e desenvolvimento dos públicos de uma instituição artística, em artes visuais ou do espetáculo. Seleciona ferramentas que fortaleçam a relação da instituição com o cada público, mediante a identificação e resposta às expectativas e demandas do projeto e que sejam compatíveis com a sua missão. Estuda e conceitua Posicionamento, Segmentação, Pesquisa de Consumidor (perfil, hábitos, opinião, atitudes, motivações, interesses). Fundamenta, com essas informações, as decisões da instituição relativas à oferta de produtos e serviços. Investiga e trata de temas como: Aspectos externos que influenciam o comportamento público em atividades artísticas; Canais e sistemas de Atração e Fidelização; Condições para conduzir o público a um processo evolutivo que permita elevar a receita da instituição (de compradores de ticket avulsos a sócios e a doadores); A importância dos programas educativos e comunitários na construção do público futuro; Como as parcerias podem ampliar e diversificar públicos; Quais as especificidades do perfil de público por área de atuação de cada instituição; Quem é e quais as expectativas do publico da era digital. Desenvolve uma política de formação de público que atenda às necessidades dos diferentes públicos e às especificidades dos projetos. Compara as políticas de formação desenvolvidas e complementa as idéias abordadas e os trabalhos.

Gestão de Recursos Humanos, Financeira Contábil em Instituições Artísticas: Analisa e identifica as ferramentas de gestão para traçar perfis profissionais demandados pela instituição para cumprir sua missão e visão. Divulga, seleciona e administra grupos de voluntários e profissionais. Analisa e soluciona conflitos. Pratica a negociação e analisa os resultados obtidos, por meio de estudo de casos.Conhece e conceitua funções contábeis e financeiras. Analisa a importância dos controles fiscais, administrativos, econômicos e contábeis para a instituição. Utiliza os principais modelos de impressos e faz lançamentos de fluxos de dinheiro no tempo (fluxo de caixa) e de registros contábeis. Pesquisa procedimentos de empresas privadas e compara com os procedimentos das organizações artísticas. Realiza levantamento das semelhanças e diferenças. Sugere alternativas para a área de gestão em arte. Analisa resultados e o retorno social.

Gestão da Produção e da Programação em Arte: Analisa a programação e a produção de atividades artísticas, considerando as atividades correlatas ao processo. Contextualiza o desenvolvimento e implantação de projetos e programas de formação de público e projetos educativos. Utiliza esse contexto como estratégia para alicerçar a imagem e a identidade da instituição artística junto à comunidade. Compreende as atividades de produção artística como um serviço qualitativo no eixo da economia mundial. Relaciona os conceitos de indústrias criativas e a demanda de serviços e profissionais qualificados com serviços relacionados à cultura. Exercita os conhecimentos construídos na elaboração de programações e atividades correlatas. Preserva a identidade da instituição e atende à demanda da sociedade na qual está inserida. Desenvolve métodos apropriados e analisa as necessidades decorrentes de programas educativos e de formação de público, parcerias e demandas sociais. Busca informações e adquire ferramentas que tornem o gestor capaz de compreender e analisar o perfil de uma instituição cultural, suas potencialidades e suas deficiências. Cria instrumentos para avaliar o projeto e a prática do gestor, contribuindo para profissionalizar a área. Qualifica a programação e serviços no contexto das indústrias criativas.

Captação de Recursos e Parcerias - Desenvolvimento Institucional: Pesquisa e avalia fontes de recursos (pessoa física, empresas, fundações e governo) disponíveis para o financiamento de instituições artísticas. Identifica potencialidades, fragilidades e relação entre as fontes possíveis. Propõe formas de traçar estratégias específicas para alcançar os resultados em cada fonte. Implanta, acompanha e avalia processos inovadores e perenes focados em capacitação e conscientização de funcionários e no desenvolvimento de sistemas e estrutura apropriados às metas pré-estabelecidas. Analisa as dificuldades e oportunidades existentes no contexto social brasileiro em relação às leis de incentivo fiscal. Exerce competência empreendedora na capacidade de definir e construir parcerias para somar esforços e potencializar recursos.

Metodologia de Pesquisa II: Formatação de textos com as informações. Revê e complementa as idéias e informações pesquisadas. Produz e formata textos de relevância para a área do gestor. Revê procedimentos da formatação final dos TCCs de acordo com as Normas da ABNT.

Política Cultural: Discute a noção de cultura em sentido amplo. Explicita a compreensão de cultura enquanto construção da identidade nacional e enquanto um processo dinâmico. Discute a diversidade da manifestação cultural e o enquadramento das diversas linguagens artísticas como manifestações integrantes desse universo. Aborda conceitos como o multiculturalismo e o hibridismo.
Apresenta o que é política cultural e sua inserção na vida brasileira. A formulação das políticas públicas na área da cultura: premissas e diretrizes. Discussão dos mecanismos de apoio à cultura pelos meios empresariais. O surgimento do 3° Setor e as organizações da sociedade civil. Introduz elementos para análise do panorama cultural brasileiro com fornecimento de dados estatísticos de dotações orçamentárias para o setor, publico participante, programas desenvolvidos.

http://www.sp.senac.br/jsp/default.jsp?newsID=DYNAMIC,oracle.br.dataservers.CourseDataServer,selectCourse2&course=2506&template=886.dwt&testeira=724&loc=1
 
fonte Economia da cultura

Entidades podem se inscrever para comissões do Mecenato e do Fundo Municipal de Cultura de Curitiba

Entidades podem se inscrever para comissões do Mecenato e do Fundo Municipal de Cultura de Curitiba      
Fonte: Assessoria de Imprensa da FCC Fundação Cultural de Curitiba   
 
ImageEstá aberto, até o dia 15 de janeiro de 2009, o prazo para cadastramento de entidades culturais interessadas em indicar representantes para compor as comissões do Fundo Municipal da Cultura e do Mecenato Subsidiado, da Prefeitura Municipal de Curitiba.

As entidades interessadas devem se cadastrar no Serviço de Protocolo Geral da Fundação Cultural de Curitiba (R. Engenheiros Rebouças, 1732). O edital (nº 184/2008)e a lista de documentos solicitados podem ser encontrados no endereço eletrônico www.fccdigital.com.br no link lei/editais (lei de incentivo/ cadastro de entidades).

O edital 219/2008 prorroga o prazo para cadastramento até 15 de janeiro de 2009.
 
Font BC

Espetáculo de dança Puntear no CCSP com a Cia. Damas em Trânsito e os Bucaneiros - dias 17 e 18, 24 e 25/01 - Grátis

 

Espetáculo de dança Puntear no CCSP

com a Cia. Damas em Trânsito e os Bucaneiros

dias 17 e 18, 24 e 25/01

 

 

 

Por meio da improvisação em dança e em música, os intérpretes e criadores de Puntear exploram espaços não convencionais, para desenvolver composições de movimento e musical. Inspirada na arquitetura, sons e ambiente, a performance nasce da leitura corporal e sensorial do espaço.

Os integrantes da Cia. Damas em Trânsito e os Bucaneiros se distribuem pela área, chamando a atenção do público para diversos ângulos do espaço, entretendo e possibilitando abrir novos olhares para o lugar. A meta é a transformação da dinâmica cotidiana.

A pesquisa de linguagem corporal é baseada no treinamento do contato improvisação, da dança-teatro e da ocupação de espaços não convencionais, pesquisa que o diretor Alex Ratton desenvolve há mais de dez anos como integrante da Cia. Nova Dança 4, sob direção de Cristiane Paoli Quito.

"Cada apresentação é única até quando feita no mesmo espaço,  consideramos a sonoridade e a freqüência de pessoas no momento. O cotidiano do lugar é incorporado na performance. Antes da apresentação, vamos ao local observar as possibilidades de movimento e interferência", fala o diretor Alex Ratton.

 

 

Histórico da Companhia

 

A Cia. Damas em Trânsito e os Bucaneiros iniciou seus trabalhos em 2006 e nesse mesmo ano foi contemplada com o Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna com o projeto de pesquisa Puntear. Como parte dessa pesquisa, em 2007 realizou diversas apresentações em espaços não convencionais como praças, escolas e outros espaços públicos nas cidades de São Paulo, Piracicaba, Orlândia e Santos.

Em agosto de 2007, participou da abertura do evento Som da Fábrica em comemoração aos 25 anos do Sesc Pompéia, com a apresentação Intervenções.

Em 2007, a Cia. foi convidada para a Bienal Sesc de Dança, onde apresentará o espetáculo Puntear na Pinacoteca Benedito Calixto em Santos.

Também em 2007, o projeto de montagem cênica Ponto de Fuga foi selecionado pelo PAC - Programa de Apoio à Cultura.

A Cia. tem como base de sua pesquisa as inter-relações entre as linguagens da dança e da música e é constituída por um diretor e seis intérpretes-criadores que dançam e tocam instrumentos como acordeon, piano, violão, escaleta, percussão, baixo e voz.

A diversidade de formação de seus integrantes, que passa pela dança contemporânea, balé clássico, contato improvisação, dança teatro, artes marciais - aikido e kempo indiano - clown, música erudita e popular, proporcionou naturalmente a descoberta de uma linguagem híbrida oriunda da mistura espontânea do universo particular dos artistas e das inter-relações entre as linguagens da música e da dança.

A pesquisa de linguagem corporal baseia-se no treinamento do contato improvisação e da dança teatro, bem como a ocupação de espaços não convencionais, pesquisa que o diretor vem desenvolvendo há mais de dez anos como integrante da Cia. Nova Dança 4 sob direção de Cristiane Paoli Quito.

A Companhia desenvolve seus espetáculos tanto para teatros tradicionais como para espaços não convencionais (praças, edifícios, históricos ou públicos, escolas).

 

 

Ficha técnica:

Grupo: Cia. Damas em Trânsito e os Bucaneiros

Direção: Alex Ratton Sanchez

Direção musical: Débora Marcussi

Intérpretes-criadores: Carolina Callegaro, Ciro Godoy, Clara Gouvêa, Débora Marcussi e Laila Padovan

Figurino: Iara Wisnik

Produção: Leandro Taveira e Zeca Duarte

 

 

Serviço:

Espetáculo: Puntear

Gênero: dança contemporânea

Sinopse: inspirada na arquitetura, sons e ambiente, o espetáculo Puntear nasce da leitura corporal e sensorial do espaço

Local: espaços abertos, próximos ao jardim, ao Grafitti e a sala Adoniran Barbosa

Temporada: 17 e 18, 24 e 25 de janeiro

sábados e domingos, às 16h

Duração: 50 minutos

Gratuito                                                                                           

Recomendação de faixa etária: livre

Contato: Leandro Taveira

Tel.: (13) 3021-8772/(13) 9721-2684

E-mail: damasemtransito@viaarteproducoes.com.br

 

PREFEITURA DA CIDADE DE SÃO PAULO

SECRETARIA DE CULTURA

CENTRO CULTURAL SÃO PAULO

Rua Vergueiro, 1000 - Paraíso - CEP 01504-000 - São Paulo - SP

<http://www.centrocultural.sp.gov.br>

Atendimento ao público:  tel. (11) 3383-3402

E-mail: imprensaccsp@prefeitura.sp.gov.br

Galeria de fotos: <www.centrocultural.sp.gov.br/imprensa>

ATENDIMENTO À IMPRENSA:  tel. (11) 3397-4063/4064

 Iris Fernandes

 

 


"Pacote de Verão" na Escola do Escritor

"Pacote de Verão" na Escola do Escritor

A Escola do Escritor preparou para os meses de Janeiro e Fevereiro de 2009 um "Pacote de Verão" que contém nova grade com cursos variados, livres, com bons preços e descontos, que atendem as necessidades de escritores, profissionais do livro, livreiros e gráficos. Os cursos ministrados pela Escola do Escritor revelam a arte de escrever, publicar, imprimir e comercializar livros. Destinam-se também aos interessados em escrever teses, sites, blogs, antologias, concursos literários etc. O objetivo da Escola do Escritor é oferecer a oportunidade de aperfeiçoamento no seu campo de trabalho ou na realização de seu sonho. Não percam essa oportunidade. A informação por quem conhece o assunto potencializa resultados e ajuda no balizamento de ações de sucesso.

CURSOS

26/01/2009
NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO DA LÍNGUA PORTUGUESA
Docente: Ana Cristina Mendes Perfetti
AQUI 

27/01/2009
PAPEL: DO INÍCIO ATÉ O SEU CONCEITO EDITORIAL
Docente: Wiliam Corrêa da Silva
AQUI

28/01/2009
SEGREDOS PARA DESPERTAR A SUA CRIATIVIDADE
Docente: Armando Alexandre dos Santos
AQUI

29/01/2009
A ARTE DE ESCREVER E PUBLICAR UM LIVRO
E MERCADO EDITORIAL BRASILEIRO
Docentes: Maria Esther Mendes Perfetti e João Scortecci
AQUI

30/01/2009
DIVULGAÇÃO DE LIVROS E SEUS ESCRITORES
O Marketing Editorial
Docente: Alessandra Pires
AQUI

03/02/2009
QUESTÕES PRÁTICAS DO DIREITO AUTORAL
E LEI DO LIVRO
Docentes: Maria Esther Mendes Perfetti e João Scortecci
AQUI

04/02/2009
IMPRESSÃO DE LIVROS SOB DEMANDA
E EM PEQUENAS TIRAGENS
Docente: João Scortecci
AQUI

05/02/2009
O VENDEDOR DE LIVROS E O DISTRIBUIDOR
Como unir esforços e trabalhar as oportunidades
Docente: Flávio Galvão
AQUI

06/02/2009 
GESTÃO DE ESTOQUES
E CONTROLE DE CONSIGNAÇÕES DE LIVROS
Docente: Gerson Ramos
AQUI


Escola do Escritor
Rua Mourato Coelho, 393 – conjunto 1
Pinheiros – São Paulo – SP
Telefone: (11) 3034-2981
escoladoescritor@escoladoescritor.com.br
www.escoladoescritor.com.br


4ª EDIÇÃO DO PROGRAMA DE FOMENTO AO TEATRO TEM INSCRIÇÕES ABERTAS

4ª EDIÇÃO DO PROGRAMA DE FOMENTO AO TEATRO TEM INSCRIÇÕES ABERTAS

A 14ª edição do Programa Municipal de Fomento ao Teatro recebe inscrições até  dia 30 de janeiro. Os grupos interessados em inscrever seus projetos no primeiro edital de 2009 devem trazer pessoalmente à sede do Departamento de Expansão Cultural (de segunda à sexta-feira, das 10h às 12h, e das 14h às 17h) a proposta de trabalho continuado de pesquisa e produção teatral.

Clique aqui e confira o edital

Comissão NACIONAL Pontos de Cultura

Robson Bomfim Sampaio Representante Estado de São Paulo
Roberto Sabóia Representante Estado de Piauí
Patricia Ferraz da Cruz Representante Estado de Goiás
Ricardo Oliveira Representanre do Rio Grande do Sul
Waltemir Cedro dos Santos Representante Estado do DF
Geraldo Britto Lopes Representante Estado do Rio de Janeiro
Norma Paula Moreira da Silva Representante Estado do Ceará
Fabio Carvalho de Souza Representante Estado de Espirito Santo
Raimundo Nonato Chacon Representante Estado de Roraima
Mário Lima Brasil Representante Estado do Acre
Otizete Amador de Alencar Representante Estado do Amapá
Teotonio Roque Representante Estado do Rio Grande do Norte
Leandro Nery Representante Estado do Mato Grosso
Lucimar de Souza Weil Representante Estado do Amazonas
Antonio Nilton Rodrigues Silva Representante Estado do Pará
Amauricio de Jesus Representando Estado de Alagoas
Darlene Kopinski Representando Estado de Paraná
José Roberto Severino Representando Estado de Santa Catarina
Denísia Martins Borba Representante Estado de Minas Gerais
Camila Rodrigues Leite (RJ) Ação Escola Viva
Vanessa Stropp Borba(SP) Rede dos Estudantes
Katia Regina Mendes(SP) LGBTT
Laura Carvalheiro(DF) Artes Cênicas
José Gerardo Damasceno(CE) Audiovisual
Jorge Luiz Freire Rangel Representante do Estado do Maranhão
Josimar Olavo Dantas (PA) GT Amazônico
Alexandre de S Santini Rodrigues(RJ) GT Juventude
Lucia Maria Crispiniano(PE) GT MatrizAfricana
Marli Cuesta(RS) GT Economia Solidária
Renato de Souza Santana GT Hip Hop
Rejane Reinaldo(CE) GT pontões e redes
Ana Paula mendes gomes (PE) GT Material e Comunidades Tradicionais Indigenas
Marcio Bello Tocantins
Jose Roberto Bezerra Mariano (CE) Cultura da Paz
Andréa Mato Grosso do Sul
Ezequiel dos Santos (BA) GT Música
Uiraporã Maia do Carmo (CE) GT Cultura digital
Lúcia Giovanna Duarte de Melo Paraíba
Marcio Caires Chaves Bahia
Maria Stela Cabral (SP) GT Legislação
Lucilene Silva (SP) GT Criança e adolescente
Marcilene Almeida(PA) GT Rádio Comunitária
Rosângela Rocha Sergipe
Marcely Carvalho Pernambuco
Alcides de Lima Ação Griô
Silvia Regina GT mulheres
SUPLENTES
Beatriz de Aguiar Hansse GT Mulheres
José Maria Reis e Souza Jr (PA) Pontões e Redes
Jonilson Costa Oliveira Pará
José lima Acre
Fabricio Paraná
Maria Doralice Paraíba 31
Célia Moreira Rio de Janeiro
Adriano Paez Maures (SP) Artes Cênicas
Veridiana Negrini (SP) Cultura da Paz
Mario (RR) GT Amazônico
Cristiano Silva Economia Solidária
Oswaldo Braga (MG) LGBTT
Maíra Lima Brandão (PE) GT Cultura Digital
Alvaro Fernando de Souza (SP) Criança e adolescente
Benedito Brasil Maranhão
Francisco Antonio Vieira Piaui
Fábio Riani Costa Perinotto (SP) Juventude
Rebecca Soares Espínola (PB) Estudantes
Lucimar Ribeiro (MG) Escola Viva
Francislei Henrique (MG) Hip Hop
Veronica Sacta Cultura da Paz
GUSTAVO WANDERLEY Rio Grande do Norte
Maria dos Anjos Mendes Gomes(PB) Ação Griô
Milton Soares Pena MG
 
.

__,_._,___